As crianças já não perguntam, vão ao Google! Postado dia 18 de Junho, 2013 em Curiosidades, Tecnologia
Granda Cena!

Em vez de perguntar aos pais, crianças preferem consultar o Google. A pesquisa britânica revelou também que 45% das crianças nunca usaram uma enciclopédia e 19% não sabem o que é um dicionário impresso.

Em vez de perguntar aos pais, crianças preferem consultar o Google. A pesquisa britânica revelou também que 45% das crianças nunca usaram uma enciclopédia e 19% não sabem o que é um dicionário impresso.

crianças googleCrianças de 6 a 15 anos agora confiam mais no Google que nos próprios pais quando o assunto é conhecimento. Uma pesquisa realizada pela Birmingham Science City (Reino Unido) revelou que 54% dos jovens preferem consultar o buscador quando têm dúvidas em vez de pais ou professores, de acordo com o portal britânico Daily Mail.

O estudo revelou também que 19% dos entrevistados não sabem o que é um dicionário impresso e 45% nunca usou uma enciclopédia. Em tentativas de adivinhar para que serviria a tal enciclopédia, as crianças disseram que seria uma meio de transporte ou um instrumento cirúrgico.

Apenas 3% dos entrevistados afirmaram que procuram a ajuda dos pais e professores quando têm dúvidas. A pesquisa britânica envolveu 500 crianças, com idades entre 6 e 15 anos, que declararam usar o Google ao menos cinco vezes por dia.

“Isso não é necessariamente uma coisa ruim. Ela mostra o quão comum é a tecnologia digital para as crianças de hoje e como elas estão confortáveis em usá-la”, disse Pam Waddell, Diretor da Birmingham Science City. “As crianças, não importa de qual geração, têm uma natureza questionadora e curiosa, e o fato de que elas podem usar essa nova tecnologia para explorar o conhecimento é um sinal positivo para o futuro.”

Uma outra pesquisa realizada pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CTIC) do Comitê gestor da Internet revelou que 41% das crianças com idades entre 5 e 9 anos usam a Internet sem a supervisão dos pais. Bloqueadores de conteúdo impróprio, como o Web Filter, podem ajudar, mas como essas extensões podem ser facilmente desabilitadas, a abordagem mais indicada é a conversa entre pais e filhos.

Fonte: idgnow

Tags: , , , , , , , , ,